Poema


Obrigado, Mãe.

Gerar uma vida
é dádiva divina,
é mostra de amor
do nosso Criador,
que por dom da mulher
a nós ofertou
nobre ocasião
de nascer, aprender,
de ensinar, de fazer.

Mas, além da imensurável virtude
de um ser que outro ser pode gerar,
há a digna e responsável atitude
mui amorosa, de criar e educar.

A cada ser que nos apresenta à luz,
e, dedicadamente, nos dá a visão,
desde pequenos, pois, nos conduz,
para sermos grandes em nossa missão.

A cada ser que, sem dia, sem hora,
trabalha em multiplicada função,
dentro de casa e tantas vezes fora,
para o bem da família, para sua união.

devemos louvar a existência,
devemos gratificar a presença,
de sua companhia que hoje temos,
ou do tempo que já a tivemos,

E onde quer que esteja,
ao nosso lado ou distante,
cabe-nos sempre honrá-la,
para sermos filhos gigantes.

Obrigado, Deus.
Obrigado, Mãe.

J.R.Jerônimo
mai-2018