Poema


Cordel à Academia

Por este breve cordel,
permita-me presidente
dizer que sinto agora,
perante garbosa gente,
desmesurada alegria
de ser parte nesse dia
da Academia Guarulhense.

Agradeço aos confrades
pela minha admissão
em tão eminente quadro
desta instituição,
que dedica com amor
e devotado labor,
para a letra ter ação.

Miremos no horizonte:
há bastante que fazer,
para nossa sexta arte
muito mais vir a crescer,
honrando aos senhores,
e aos dignos fundadores,
a esta obra suceder.

Observar e absorver,
disse um grande autor,
é a base para somar
aos dotes do escritor
que se dá à nobre causa
intensamente sem pausa
até tornar-se vencedor.

Vamos juntos, sempre,
ao possível de alcançar
e escrever em oração
o que Deus pode nos dar
por nosso engajamento,
e justo merecimento,
que nos Venha abençoar.

J.R.Jerônimo
Parte do Discurso de Posse
na Academia Guarulhense de Letras
em 12.12.2014.