Pergunta

- Qual a distância certa para a colocação do triângulo na sinalização das imobilizações de emergência?

 

Resposta

1) Com base no artigo 46 do CTB - Código de Trânsito Brasileiro, a Resolução do CONTRAN - Conselho Nacional de Trânsito, nº 36, de 21 de maio de 1998, determina:  

Art.1º O condutor deverá acionar de imediato as luzes de advertência (pisca-alerta) providenciando a colocação do triângulo de sinalização ou equipamento similar à distância mínima de 30 metros da parte traseira do veículo. 

Parágrafo único. O equipamento de sinalização de emergência deverá ser instalado perpendicularmente ao eixo da via, e em condição de boa visibilidade.

2) A que aprendi no curso de Direção Defensiva da CET - Companhia de Engenharia de Tráfego e que consta na página 62 do meu livro, Como Se Tornar Um Asno Volante Em 19 Lições Erradas, é a seguinte:

Após o imediato acionamento das luzes de advertência (pisca-alerta), o triângulo deverá ser colocado, em relação ao veículo imobilizado, a uma distância correspondente à velocidade da via, medida em passos.  Quer dizer, 40 passos para uma via, cuja velocidade é de 40 km/h, 80 passos para uma de 80 km/h e assim por diante.  Considerando que, em situações de chuva, esta distância deve ser dobrada e, se houver alguma curva antes, a contagem deve ser iniciada a partir da curva.  Fora o uso do triângulo, na mesma faixa onde o veículo estiver imobilizado, também devem ser utilizados arbustos, galhos, latas, a fim de deixar bem claro aos demais condutores que adiante há obstáculos.  

Lembrando que, ao término, antes de se retirar o veículo que estava imobilizado, deve-se remover da faixa tudo o que fora utilizado para sinalização, deixando-a novamente livre e segura para o trânsito.  

   

Porquê

Sinalizar uma imobilização de emergência com a distância apontada acima, principalmente a indicada no curso de Direção Defensiva, da CET e constante no livro citado, é o que deve ser feito para, o mais antecipadamente possível, comunicar aos demais condutores para reduzirem suas velocidades e desviarem.  

Quando a sinalização está muito próxima do veículo imobilizado, às vezes não oferece espaço de tempo suficiente para a frenagem ou o desvio, ocasionando nova colisão. 

Lembre-se disso e colabore com a preservação de vidas, inclusive a sua.