Cuidados simples para sentar ou deitar ajudam a prevenir dores e doenças na coluna

Boa postura, pausas regulares para alongar os músculos e a prática de exercícios físicos ajudam na prevenção dos danos na cervical

Uma Pesquisa recente do Ministério da Saúde, em parceria com a Universidade de São Paulo - USP, mostrou que cerca de 80% das pessoas passam muito tempo em frente ao computador e a televisão. Esse comportamento sedentário pode causar vários problemas de saúde, como as doenças de coluna. “Não é recomendável permanecer mais de uma hora sentado. O ideal é a cada hora, ou a cada duas horas, no máximo, a pessoa deve levantar, realizar algum alongamento de braços, de pernas para ativar a circulação também dos membros inferiores”, diz o chefe do centro de trauma Rack-Medular do Instituto de Traumatologia e Ortopedia (INTO), Luís Eduardo Carell.

Ele aponta também que erros de postura cometidos no dia a dia e vícios posturais podem acarretar danos à coluna cervical. "O ideal seria que a altura da cadeira pudesse ser regulada ou que o monitor do computador ou da televisão fique próximo da altura dos olhos”, orienta o especialista.

Além do hábito da boa postura, a prática de caminhadas, exercícios de alongamento e as atividades esportivas são importantes para a prevenção da osteoporose e dores nas costas. Os exercícios físicos feitos regularmente estimulam a reabsorção do cálcio no tecido ósseo, deixando os ossos mais resistentes e os músculos e ligamentos mais fortes.

A orientação básica do Dr. Carell é de que, ao primeiro sintoma de algum problema na coluna, as pessoas procurem um médico ortopedista, mesmo que não seja especializado em coluna vertebral. O ortopedista pode orientar, prescrever analgésicos e anti-inflamatórios e recomendar o tratamento mais adequado para cada caso.

Dicas:

1. Ao permanecer sentado, o ideal é que os pés estejam apoiados para que os joelhos fiquem levemente mais altos do que o quadril;
2. Atender ao telefone e apoiá-lo entre o pescoço e o ombro é um grave erro. Este hábito pode provocar dor na cervical e agravar alguns problemas pré-existentes na coluna;
3. Ao pegar um objeto no chão o correto é flexionar os joelhos e agachar;
4. Sapatos muito altos ou apertados não são adequados para a boa saúde da coluna. Eles devem ser confortáveis;
5. Introduza o hábito de espreguiçar. É um alongamento que solta às estruturas articulares e musculares;
6. Por fim, pratique exercícios. A musculatura forte protege e fortalece a coluna, além de prevenir diversas doenças; 

Confira a íntegra da entrevista com o Dr. Luís Eduardo Carelli realizada pela Web Rádio Saúde


Notícia reproduzida do site do Ministério da Saúde  - www.saude.gov.br

Disque saúde 0800 61 1997

13/09/2010, às 18h05