Quem são os baderneiros?
J.R.Jerônimo


23.06.2013

Sobre a ação dos baderneiros nas manifestações populares nas ruas deste junho de 2013, e daí por diante, o ideal é que fossem impedidos, sempre.  Porém, nessa impossibilidade, que fossem, ao menos, presos ao agirem.  E que suas prisões fossem além do cárcere, e tivessem, todas, investigação.   

Há que se averiguar os baderneiros, vândalos e arruaceiros que se aproveitam das mobilizações para atuarem contra a ordem, depredarem o patrimônio público e privado e ainda furtarem. E publicamente serem divulgados os resultados.

Há que se investigar para saber se fazem isso por conta própria ou se representam algum grupo, entidade, agremiação ou seja lá o que for.  Conhecer seus motivos, seus porquês. E, principalmente, se ficarem confirmadas suas malévolas representatividades, o que estão recebendo em troca ou qual a promessa da contrapartida no futuro.

Há que se conhecer o que está por trás da ação destes desordeiros.  Porque não se pode ser ingênuo a ponto de desconsiderar a ideia de que grupos interessados em prejudicar as mobilizações democráticas não usem desse expediente para manter o status quo (o estado de coisas, a situação) como está.  Pois assim, do jeito que está, fica bom para eles, só para eles, e muito ruim para a maioria do povo.

Não se pode permitir, nem um pouco, qualquer prejuízo de legitimidade e de objetividade, do trabalho e dedicação de cada brasileiro engajado, democrática e pacificamente, nas mobilizações que visam a correção da enxurrada de erros dos administradores públicos e legisladores desse país. 

Investigue-se os baderneiros para o bem de cada manifestação e da nação.  Mobilização popular é uma saudável e necessária manifestação democrática.  Enquanto o cidadão de bem é agente da pacífica manifestação, o baderneiro é a má infestação.


Comentários


“Concordo com tudo que foi escrito, acrescento se não houver uma seleção entre manifestantes e baderneiros os objetivos das manifestações se perdem.”
Deusimar Francisco da Silva
Terça-feira, 25.06.2013, 15:19:45 h.

"Creio, Deusimar, que o valor das manifestações e seus objetivos estão mantidos, apesar dos baderneiros. Claro que eles atrapalham e fazem alguns, principalmente os que não querem que as mudanças ocorram, se aproveitarem para destacar as badernas, na tentativa de diminuir o efeito da manifestação. Porém, a manifestação é mais forte e não rui por isso."
J.R.Jerônimo
Quarta-feira, 26.06.2013, 21:46 h.


“E acho estranho também, as redes de tv, q considero um instrumento essencial para a democracia, darem tanto destaque, concordo que sempre dizendo que são a minoria, e q o protesto é pacifico, mas sempre passam a minoria destruindo tudo!! parece interessante pra eles as imagens de quebra quebra ir para o povo, já que as imagens são mais impressionantes que as palavras (movimento é pacifico e baderneiros são a minoria). Quem fez o papel de imprensa pro sucesso dos manifestos dessa vez foram as redes sociais, a internet, já que parece que a imprensa de tv não anda interessada em povo x governo.”
Elton Mariano Vilela
Segunda-feira, 24.06.2013, 01:08:30 h.

“A hipótese de infiltrados não pode ser desconsiderada, tem que acabar o pensamento que todos agem com ética e a favor da democracia, o que mais há é gente que passa por cima de tudo nesse meio!! e tratando de governo e luta pelo poder, posso falar que não é a minoria que passaria!!”
Elton Mariano Vilela
Segunda-feira, 24.06.2013, 00:57:59 h.



Seu Comentário

 

Nome: 
E-mail:  
Ao enviar seu comentário, automaticamente você está autorizando sua publicação,
que poderá ocorrer ou não, conforme critérios da ética e moral.