Cadê sua lista de candidatos?

J.R.Jerônimo


15.09.2010

Três razões existem para você fazer e manter uma lista dos candidatos que escolheu para representá-lo nos cargos públicos mais importantes do seu município, estado e país.  

1 – Porque, sendo as eleições, com rara exceção, para diversos cargos simultaneamente, o tempo que se demanda para digitação na urna eletrônica, ao votar-se em vários candidatos, sugere que o eleitor vá com sua lista pronta.  Sem tal lista, para consulta, as filas tenderão a aumentar-se nos locais de votação, acarretando a todos, mais desperdício de tempo, mais trânsito, e aborrecimento.

2 – Porque o próprio fazimento da lista com os nomes e números dos candidatos a serem votados por você, requer que não se deixe para a última hora.  Tal antecedência, faz-se necessária para que a escolha seja a melhor possível.    Com mais tempo é possível avaliar mais acertadamente: as ideias, o currículo e as propostas de cada candidato e compará-las para decidir pelos representantes mais adequados.

3 – Porque, após as eleições e durante a gestão de cada um desses candidatos que você votou e que foi eleito, você, com sua lista poderá lembrar-se com mais facilidade quem são os seus representantes mais legítimos, dos quais você deve cobrar comportamento e trabalho conforme as propostas que o fizeram votar neles.

Sim, porque só votar não adianta.  A sequência lógica, depois de se fazer uma escolha responsável, é: primeiro votar, depois acompanhar o trabalho daqueles em quem se votou.  Agora, como você vai acompanhar o trabalho dos seus votados, se não tem lembrança de quem são eles?

Para tanto, mantenha a listinha que você fez, e utilizou para votar, guardada num lugar fácil de achá-la e, de preferência, que seja vista de vez em quando para lembrá-lo automaticamente desse dever, dessa cidadania.

Nestas eleições,  de 3 de outubro de 2010, são seis candidatos, afora os vices para governador e presidente.

Em cada um dos seis votos, você deve conferir o nome, a foto e o número do candidato (nos casos de governador e presidente, aparecerão também os nomes e as fotos dos vices), e então pressionar "confirma" ou "corrige".  A urna emitirá um sinal sonoro para cada voto confirmado e, quando a votação para todos os cargos estiver concluída, um sinal sonoro mais longo.  Então, a tela exibirá a mensagem "FIM".

Agora, para você preparar sua lista de candidatos, saiba em que sequência a urna eletrônica apresentará os cargos:

1º - DEPUTADO ESTADUAL/ DISTRITAL = 5 dígitos.

2º - DEPUTADO FEDERAL = 4 dígitos.

3º - SENADOR = 3 dígitos.

4º - SENADOR = 3 dígitos.

5º - GOVERNADOR = 2 dígitos.

6º - PRESIDENTE = 2 dígitos. 

Providenciando sua lista nesta mesma ordem você facilitará sua própria consulta no momento do voto.

Aproveito para reiterar o que já sugeri em artigo anterior:  Para saber tudo o possível sobre seu candidato você tem o auxílio do site montado especialmente para isto, pelo TSE Tribunal Superior Eleitoral, http://eleicoes2010.jus.br/.  Nele, tem-se as informações básicas do candidato, como escolaridade, partido, naturalidade, estado civil, idade, declaração de bens, certidões criminais, prestação de contas, situação de processo, e também a divulgação de seu site, onde podemos conhecer as ideias, propostas, realizações, depoimentos e o e-mail de contato para falarmos com ele ou ela.

Depois da votação, guarde a lista para acompanhar os trabalhos daqueles que você ajudou a eleger, a fim de comunicar-se com eles, cobrando-os, orientando-os, e até elogiando-os, por que não?  Pois, ao fazerem seus trabalhos bem feitos, o reconhecimento os apoiará, e os direcionará, a continuarem no bom caminho.

Deus abençoe seu voto.